A produção na construção registou uma variação homóloga negativa de 8,2%, uma taxa inferior em 1 ponto percentual à verificada no período concluído em Janeiro.

Segundo dados do INE, divulgados esta segunda-feira, a construção de edifícios caiu 11,2% (-9,6% em Janeiro), contribuindo com -5,6 pontos percentuais para a variação total.

O segmento das obras de engenharia civil também caiu 5,2%, tendo contribuído com os restantes -2,6 p.p. para a variação do índice agregado.

O emprego e as remunerações também diminuíram 7,6% e 4%, respectivamente, em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Em Fevereiro, a variação homóloga do emprego no sector da construção foi de -7,6%. Face ao mês anterior, o emprego apresentou uma diminuição de 0,2%.