Os trabalhadores do grupo TAP, que esta tarde estiveram reunidos em plenário, «estarão em força» na greve geral de 24 de Novembro e estão disponíveis para as paralisações «que forem precisas», revela a Lusa.

Os funcionários da transportadora vão assim aderir à greve agendada para dia 24, que uniu UGT e CGTP ao fim de várias décadas, afirmou hoje José Simão, dirigente do Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (SITAVA), na conferência de imprensa que se seguiu ao plenário dos funcionários, a decorrer em Lisboa.

«Vamos ter uma participação sem dúvida forte na greve de 24 de Novembro», acrescentou o dirigente sindical.

Recorde-se que o sindicato dos pilotos anunciara já a adesão à greve, em protesto contra as medidas de austeridade, que também afectarão a tripulação dos aviões.

Veja aqui os vídeos
Redação / PGM