A factura da TAP com o combustível chegava aos 439 milhões de euros no final do mês passado.

Ou seja, até Outubro, a transportadora gastou mais 43% em «ouro negro» do que em relação ao mesmo período do ano passado, disse à Lusa fonte oficial da companhia aérea.

Estes 141 milhões de euros a mais de custo face aos 298 milhões de euros que foram gastos em jet-fuel nos primeiros nove meses de 2009 acabam por ensombrar o sentimento positivo das receitas obtidas pela companhia aérea este ano, cujos números apontam para um possível recorde de vendas este ano. Até Outubro, pelo menos, já o era.

Receita total da TAP cresceu 10% até Setembro
Redação / VC