As pensões mínimas não contributivas podem vir a ter um aumento extraordinário de 5 a a 6 euros mensais por pensionista, segundo apurou a TVI.

É a contraproposta feita pelo Governo socialista à exigência de um aumento de 10 euros feita quer pelo Partido Comunista, quer pelo Bloco de Esquerda.

As negociações, no seio da geringonça, ainda não estão fechadas e terão que ser concluídas até amanhã à noite, data limite da entrega de alterações à proposta de Orçamento do Estado de 2017.

A TVI sabe que o Executivo já cedeu a cerca de metade da exigência dos partidos mais à esquerda, mas insiste que, a haver aumento, ele será atribuído por pensionista e não por pensão, já que há reformados que recebem mais que uma pensão.

A proposta inicial de Orçamento excluía do aumento extraordinário as pensões mínimas não contributivas até 275 euros.

Veja também: 

As 5 coisas com que a função pública pode contar em 2017

/ ALM