A remuneração bruta mensal média por trabalhador (posto de trabalho) aumentou 3,2% no primeiro trimestre de 2020, em relação ao mesmo período de 2019, para 1.189 euros, disse hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

"O mesmo sucedeu com a componente regular daquela remuneração, bem como com a remuneração base, que aumentaram 3,2% e atingiram, respetivamente, 1.069 e 1.005 euros" refere o Instituto.

Estes resultados dizem respeito a cerca 4,2 milhões de postos de trabalho, correspondentes a beneficiários da Segurança Social e a subscritores da Caixa Geral de Aposentações.

Em termos reais, tendo em consideração a taxa de variação do Índice de Preços do Consumidor, no mesmo período, aquelas remunerações aumentaram 2,8%.

O INE deixa, no entanto, claro que a informação não reflete ainda a situação atual determinada pela pandemia Covid-19.

"É possível que as tendências aqui analisadas se venham a alterar. De qualquer modo, a informação hoje disponibilizada é útil para estabelecer uma referência para avaliar desenvolvimentos futuros", frisa, acrescentando que "apesar das circunstâncias, tentaremos manter o calendário de produção e divulgação, embora seja natural alguma perturbação associada ao impacto da pandemia na obtenção de informação primária."

 
/ ALM