Mais de 580 empresas do distrito do Porto declararam insolvência em 2020, o que representa um crescimento de 4,6% face ao ano anterior, segundo o barómetro da empresa de estatísticas Informa D&B.

Segundo o barómetro da Informa D&B, consultado hoje pela Lusa, entre janeiro e dezembro do ano passado, 583 empresas do distrito do Porto pediram a insolvência, mais 26 do que em 2019.

No primeiro semestre do ano passado, 293 pediram a insolvência, o que comparativamente ao mesmo período homólogo de 2019 representa um decréscimo de 3,3%.

Já no segundo semestre, foram declaradas 290 insolvências no distrito, mais 44 do que em 2019, o que representa um aumento de 14,2%.

De acordo com o barómetro, num ano marcado pela pandemia da covid-19, houve menos nascimentos e menos encerramentos de empresas no distrito do Porto comparativamente a 2019.

Em 2020, 6.730 novas empresas foram constituídas, menos 2.332 do que em 2019, ano em a constituição de novas empresas se fixou em 9.062.

Quanto aos encerramentos, no ano passado fecharam 2.580 empresas, menos 673 do que em 2019, ano em que foram contabilizados 3.173 encerramentos no distrito.

Segundo a informação mensal do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre a constituição e dissolução de pessoas coletivas e entidades equiparadas, em dezembro de 2020 foram registadas 80 dissoluções na região do Tâmega e Sousa (que abrange os distritos do Porto, Braga, Viseu e Aveiro) e 467 nos concelhos da Área Metropolitana do Porto.

Em fevereiro de 2020, mês em que foi decretado o primeiro confinamento devido à pandemia da covid-19, foram registadas 74 dissoluções de pessoas coletivas e entidades comparadas nos concelhos do Tâmega e Sousa e 268 nos da Área Metropolitana do Porto.

De acordo com a informação do INE, em dezembro de 2020, houve 534 constituições de entidades coletivas e entidades comparadas nos concelhos da Área Metropolitana do Porto e 90 nos concelhos do Tâmega e Sousa.

Paralelamente, em fevereiro de 2020, foram registadas 947 constituições de entidades coletivas e entidades comparadas nos concelhos da Área Metropolitana do Porto e 159 nos concelhos do Tâmega e Sousa.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.316.812 mortos no mundo, resultantes de mais de 106 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 14.354 pessoas dos 767.919 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

/ JGR