O conjunto das famílias, empresas e Estado registou um endividamento de 742.800 milhões de euros em novembro, um novo recorde que se deve ao aumento dos compromissos do setor público, divulgou hoje o Banco de Portugal (BdP).

Em novembro de 2020, o endividamento do setor não financeiro situou-se em 742,8 mil milhões de euros, dos quais 338,7 mil milhões de euros respeitavam ao setor público e 404,1 mil milhões de euros ao setor privado”, segundo a nota de informação estatística do BdP relativa ao endividamento do setor não financeiro.

Segundo o banco central, relativamente a outubro de 2020, o endividamento do setor não financeiro aumentou 2,1 mil milhões de euros.

/ JGR