O ministro da Economia apresentou, esta quarta-feira na Web Summit, a European Startups Nations Alliance (ESNA), o novo programa europeu de empreendedorismo.

Pedro Siza Vieira subiu ao palco principal no terceiro dia da maior conferência tecnológica e lançou oficialmente a estrutura, que resulta de uma proposta do Governo português com o apoio da Comissão Europeia, e que terá representação permanente em Lisboa.

Segundo o ministro, é preciso oferecer aos empreendedores e startups o potencial europeu para aceder a mercados internacionais.

"Estamos a ficar para trás nos mercados", afirmou o ministro, acrescentando que "Uma boa ideia, um bom produto, tem de ter a oportunidade de crescer em todo o continente".

É uma grande ambição, mas é possível realizá-la", concluiu Siza Vieira.

O Governo adianta ainda que a ESNA servirá para reforçar a marca europeia na área do empreendedorismo, evitar a fuga de empreendedores para outras geografias, reter e atrair talento, estimular o investimento e promover a implementação das melhores práticas nos 27 Estados-membros.

Rafaela Laja