“Não sei se se recordam de uma antiga promessa eleitoral de criação de 150 mil postos de trabalho. Nós conseguimos, apesar da recessão, ver a economia criar quase tanto nos dois últimos anos.”



"E eu garanto que não se tratou de nenhuma operação administrativa, porque não foi por decreto que estes empregos apareceram na economia. Apareceram na economia em associação com aquilo que tem sido a reforma económica que o país tem conhecido."


números do desemprego






“Preferimos executar melhor do que à pressa. Precisamos de aproveitar bem o Portugal 2020”.