Tem 102 anos e só agora sentiu que era altura de parar de trabalhar. Sally Gordon vai agora desfrutar da reforma. Esta reforma tardia valeu-lhe o título de a mais antiga trabalhadora no activo dos Estados Unidos.

Sally é agora ex-funcionária do Congresso do Nebraska e afirma: «ainda sou nova. Agora quero gozar a reforma».

Já o filho, Jim Gordon, afirma que, «ela é um milagre. Não sei outra forma de a descrever. Ela simplesmente continua, continua e continua».

Sally Gordon nasceu em 1909. Passou por 15 a 20 trabalhos durante os 84 anos de carreira: foi secretária, jornalista no tribunal e modelo.
Redação / LF