Os emigrantes enviaram mais dinheiro para Portugal no ano passado. Os primeiros seis meses de 2016 foram de queda, mas no conjunto do ano as remessas  acabaram por subir para 3.343 milhões de euros, ou seja, 0,83% face a 2015.

O boletim estatístico do Banco de Portugal indica, em pormenor, que as remessas dos emigrantes portugueses passaram de 3.315,6 milhões de euros, em 2015, para 3.343,2 milhões de euros, em 2016.

Em sentido inverso, as remessas enviadas pelos imigrantes em território português passaram de 522,61 milhões de euros, em 2015, para 533,9 milhões, no ano passado.

Neste caso, o aumento foi de 2,16%.

/ VC