O índice de satisfação dos portugueses no local de trabalho em 2010 registou um decréscimo de 1,2 pontos percentuais face ao ano anterior, segundo o último relatório do Observatório Nacional dos Recursos Humanos (ONRH).

Segundo o estudo que será divulgado esta tarde em Lisboa, os índices de Lealdade e Envolvimento também desceram face a 2009 (1,3 e 0,8 pontos percentuais). Aliás, dos doze índices medidos pelo ONRH, todos registaram um decréscimo no valor médio face a 2009.

Estes índices foram apurados a partir das respostas de 37.292 colaboradores de 26 organizações públicas e privadas, sendo que o índice que mais desceu foi o índice da «Qualidade» (-1,8 pontos).

Na análise da satisfação o estudo conclui que os colaboradores que ocupam cargos de chefia apresentam valores médios mais elevados do que aqueles que não desempenham qualquer função de chefia, sendo a diferença nos valores médios destes dois estratos de 10,5 pontos percentuais (58,8 vs. 48,3).

Já no que diz respeito às habilitações literárias, os colaboradores com níveis de escolarização até ao 1 e 2º ciclo do Ensino Básico registam o valor médio de satisfação mais elevado (59,7 pontos), por oposição aos colaboradores com qualificação superior, que registam um valor médio mais baixo (51,5).

Trabalhadores mais recentes são os mais satisfeitos

Relativamente à permanência na empresa, os colaboradores com «menos tempo de casa» (inferior a um ano) são os mais satisfeitos, com 65,7 pontos, enquanto que os trabalhadores que se encontram na mesma organização entre 6 a 10 anos e há mais de 20 anos apresentam os mais baixos níveis médios de satisfação (53,2 e 53,5 pontos percentuais, respectivamente).

Uma análise por sectores revela que os melhores resultados médios estão no setor privado e que o sector farmacêutico apresenta valores médios por dimensão mais elevados do que distribuição, indústria e serviços.

O Observatório Nacional de Recursos Humanos (ONRH) é uma entidade independente que resulta de um consórcio entre a Associação Portuguesa para a Qualidade (APQ), a Associação Portuguesa dos Gestores e Técnicos dos Recursos Humanos (APG) e as empresas Qual e Qmetrics e como missão medir, estudar e compreender a Satisfação, a Lealdade e o Envolvimento dos colaboradores de organizações públicas e privadas.

Anualmente são disponibilizados os principais indicadores referentes aos agregados estatísticos nacionais, obtidos a partir das respostas de milhares de colaboradores de organizações aderentes a este projecto.
Redação / LF