O primeiro-ministro, António Costa, considerou hoje que a taxa de desemprego abaixo dos 10%, pela primeira vez em muitos anos, "é o teste de algodão para o sucesso" da política económica governativa e confirma a inversão do ciclo.

"Porventura, aquilo que mais nos deve encher de satisfação, porque é aquilo que ajuda a reforçar a confiança, que ajuda a dar força à economia e que é o teste de algodão para o sucesso desta política económica, é o que está a acontecer com o mercado de trabalho", afirmou durante o discurso na inauguração do Polo Industrial Tekever, em Ponte de Sor, no distrito de Portalegre.

A taxa de desemprego deve ter caído em março para os 9,8%. É o valor mais baixo dos últimos oito anos. Contas feitas, desde 2009 que o desemprego não estava abaixo dos 10%. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), a estimativa provisória da população desempregada em março é de 504 mil pessoas e a da população empregada de 4,65 milhões de pessoas.

A população mais jovem é a grande responsável por esta melhoria. O número de desempregados com menos de 24 anos desceu mais de 4%.

No mês passado foram também criados 16 mil postos de trabalho. O INE reviu ainda em baixa a taxa de desemprego que tinha sido estimada para fevereiro, para os 9,9%. Menos 0,2 pontos percentuais do que no mês anterior.

Também este número significa que esta é a taxa de desemprego mais baixa em oito anos.