O tráfego nos dez aeroportos operados pela Vinci em Portugal aumentou 6,8%, em 2018, em termos homólogos, para mais de 55 milhões de passageiros.

A Vinci, que detém a ANA – Aeroportos de Portugal, revelou em comunicado que, no quarto trimestre do ano passado, o número de passageiros aumentou 6,2%, atingindo os 12,4 milhões.

O tráfego no 'hub' de Lisboa cresceu 8,9% em termos homólogos para o valor recorde de 29 milhões, apesar das limitações de espaço. Esta foi a maior subida na rede Vinci Airports em 2018”.

A multinacional recordou ainda que, “para poder acomodar o crescimento do tráfego até que a concessão expire em 2062, a Vinci Airports e o Governo português assinaram, a 8 de janeiro de 2019, um acordo para financiar a expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa, tanto através da ampliação do atual aeroporto como pela abertura de um novo aeroporto civil no Montijo, a 25 quilómetros do centro da cidade”.

Já o aeroporto do Porto “registou a mais elevada taxa de crescimento do tráfego anual no país (10,7% para 11,9 milhões de passageiros)” em 2018.

Globalmente, de acordo com a mesma nota, a rede Vinci registou 195,2 milhões de passageiros no ano passado (mais 6,8% do que em 2017), um número que deverá subir para 240 milhões depois da integração do aeroporto de Gatwick, em Londres.

Os aeroportos operados pela Vinci movimentaram “perto de 48 milhões de passageiros no quarto trimestre de 2018 (7,2% a mais do que no 4º trimestre de 2017 numa base de rede comparável)”, avançou a empresa.

Além de um recorde de passageiros em Portugal, a Vinci conseguiu valores máximos no Camboja (10 milhões), Lyon-Saint Exupéry (11 milhões) e Nantes Atlantique (6 milhões) em 2018.

Em França, a rede Vinci movimentou 19,9 milhões de passageiros, ou seja, 9,4% a mais do que em 2017.

A empresa registou ainda crescimentos em Belfast (6,3 milhões de passageiros), na Suécia e na Sérvia (5,6 milhões de passageiros).

Nos EUA, “o tráfego nos cinco aeroportos que a Vinci Airports opera sob contratos de concessão ou administração desde setembro de 2018 atingiu os 2,4 milhões de passageiros no 4º trimestre de 2018 (um aumento de 5,6% em relação ao 4º trimestre de 2017). Mais de 9,5 milhões de passageiros viajaram através destes cinco aeroportos entre janeiro e dezembro de 2018 (8,7% a mais do que em 2017)”, salienta o grupo.