O conselho de administração do Fundo Monetário Internacional (FMI) discute esta quarta-feira a avaliação da troika no âmbito da sétima revisão do programa de Portugal.

A instituição liderada por Christine Lagarde vai também votar a avaliação, que deve permitir, após aprovação também por Bruxelas, o desembolso da oitava tranche do empréstimo a Portugal num total de dois mil milhões de euros.

Os resultados da sétima avaliação do Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF) foram apresentados a 15 de março pelo ministro das Finanças, Vítor Gaspar, mas a falta do quadro plurianual de despesa e um plano para a reforma do Estado deixaram na altura a avaliação por concluir.

O chumbo do Tribunal Constitucional a quatro normas do Orçamento do Estado para 2013 levou a que as instituições exigissem compensações ao desvio orçamental e, como tal, as autoridades portuguesas só conseguiram o acordo com a troika a 13 de maio, quase dois meses depois da apresentação do ministro das Finanças.

O Eurogrupo e o Ecofin deverão discutir a avaliação da missão técnica nas reuniões de 20 e 21 de junho.
Redação