A Alemanha não vai escorregar para a temida recessão. Escapa a esse cenário negro e há sinais de que as economias da Zona Euro estão a começar a apanhar o comboio da maior economia europeia.

«As surpresas» para o «lado comercial alemão... serão positivas», disse esta terça-feirao economista do instituto ZEW, Michael Schroeder, citado pela Reuters.

Agora que o perdão de dívida da Grécia foi acordado, o pior já passou. «Há uma melhoria muito forte no sentimento da banca, mas ainda há uma lacuna entre a atividade bancária e a atividade económica».

De qualquer modo, a confiança em alta pode ser interpretada «como uma reação ao perdão de dívida da Grécia».

«As expectativas de efeitos de contágio sobre o setor bancário diminuíram».

O índice ZEW para março revela que o sentimento dos investidores alemães aumentou bem mais do que o esperado para o nível mais alto desde junho de 2010.
Redação / VC