O PS continua a merecer a confiança dos portugueses não só mantendo-se na maioria absoluta como também vendo aumentar o apoio ao seu partido, indica o Barómetro DN/TSF/Marktest.

Num Barómetro realizado antes do anúncio das medidas de austeridade, que incluíram a subida do IVA para 21%o, os socialistas conseguiam mesmo solidificar a sua maioria absoluta ao garantir 48% das intenções de voto, mais três pontos percentuais do que os obtidos nas legislativas, refere a TSF.

Tal como os socialistas, o PSD registou também uma ligeira subida, ficando agora nos 30%, aproveitando uma descida acentuada do CDS-PP, que baixou de sete para quatro por cento.

Por seu lado, a CDU teve uma ligeira queda, somando agora seis por cento, menos um ponto percentual que nas legislativas, ao passo que o Bloco de Esquerda manteve a sua votação, ficando nos sete por cento à frente de comunistas e populares.

Ainda de acordo com este Barómetro, o PS obtém os seus maiores resultados no eleitorado feminino, nas classes baixa e média/baixa e na população mais envelhecida. Já o Interior Norte é aquela que dá mais força ao PSD.

O Barómetro da Marktest foi realizado para a TSF e DN e foi baseado em 811 entrevistas telefónicas a residentes no Continente com telefone fixo entre 17 e 19 de Maio. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro é de 3,44%.
Redação / NAF