O número de novas empresas criadas em Espanha continua a cair e em Janeiro desceu 44,7 por cento, em termos homólogos, no que constitui o 21º mês consecutivo de quedas interanuais neste indicador.

Dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) espanhol indicam que em Janeiro, foram criaram menos de 6.500 empresas, bastante aquém das 11.700 criadas no mesmo mês em 2008, escreve a Lusa.

Os dados demonstram a falta de confiança dos empreendedores espanhóis e, segundo especialistas, as dificuldades no acesso a financiamento.

O capital médio de cada empresa caiu 3,6% para 94 mil euros, num total em Janeiro de 609 milhões de euros, menos 46,7% do que em Janeiro de 2008.

No primeiro mês deste ano, quase 4.600 empresas realizaram operações de ampliação de capital, mais 21,4% que em igual mês de 2008, tendo o capital desembolsado atingido os 4.400 milhões de euros, menos 17,2%.
Redação / CPS