Miguel Cabral de Melo

Ver perfil
45 VIDEOS
VÍDEO

"Estas marchas não vão parar até à libertação de Jerusalém"

O Hamas convocou aquilo a que chamou um Dia de Raiva contra os Estados Unidos, por causa da decisão de Donald Trump transferir a embaixada americana para Jerusalém. E houve raiva e confrontos violentos, que provocaram um morto e mais de duzentos feridos. O Hamas avisa que se trata do início da terceira intifada. As imagens são muito violentas

8 dez 2017, 20:19