Um incêndio num prédio em Nova Iorque, nos Estados Unidos, fez pelo menos 19 mortos, confirmou o mayor Eric Adams. Entre as vítimas mortais estão nove crianças, apurou a CNN.

Mais de 50 pessoas ficaram feridas e 13 permanecem internadas em estado crítico, com as autoridades a temerem um balanço ainda mais trágico.

O incêndio ocorreu num prédio de 19 andares no Bronx.

"Encontrámos vítimas em todos os andares em paragem cardiorrespiratória", descreveu o comissário dos bombeiros de Nova Iorque, Daniel Nigro, em conferência de imprensa, temendo um balanço ainda mais trágico.

Eric Adams não escondeu o estado de choque pelo sucedido.

"Este é um momento horrível, horrível e doloroso para a cidade de Nova Iorque. O impacto deste incêndio vai realmente trazer um nível de dor e desespero à nossa cidade", assumiu o governador da cidade.

Na origem do incêndio está um aquecedor, adiantou ainda Daniel Nigro.

"Alguns moradores não conseguiram escapar devido à quantidade de fumo", relatou o comissário dos bombeiros.

De acordo com o Departamento de Bombeiros de Nova Iorque, mais de 200 operacionais participaram no combate às chamas.

O incêndio teve início na manhã deste domingo, num duplex no segundo e terceiro andar.

Daniel Nigro explicou ainda que os operacionais chegaram ao local três minutos depois da chamada de emergência ter sido recebida.

O responsável acrescentou que o fumo se propagou por todo o prédio e descreveu o incêndio como um cenário “sem precedentes” nos últimos 30 anos.

“Este vai ser um dos piores incêndios que já testemunhei nos últimos tempos em Nova Iorque”, disse o comissário dos Bombeiros de Nova Iorque.