O gestor de fundos Bernard Madoff, que protagonizou a maior fraude de sempre, causando perdas de mais de 50 mil milhões de dólares (37 mil milhões de euros) aos investidores que lhe confiavam o seu dinheiro, declarou-se culpado de alguns crimes.

Madoff começou esta quinta-feira a ser julgado e admitiu a culpa nos onze crimes de fraude e lavagem de dinheiro de que é acusado.

O gestor admitiu ainda ter orquestrado o esquema fraudulento e, por todos os crimes de que é acusado, pode ser condenado a 150 anos de prisão.