A polícia francesa fez 116 detenções desde o início do Campeonato Europeu de Futebol, anunciou hoje o Ministério do Interior, após um fim de semana marcado por confrontos entre adeptos russos e ingleses em Marselha.

Do total das pessoas detidas desde a passada sexta, 63 ficaram presas, precisou em comunicado o Ministério do Interior, informando ainda que a França decretou a expulsão de três adeptos estrangeiros e outros cinco ficaram proibidos de entrar no país.

Nas últimas semanas, a França já tinha decretado medidas similares para 3 000 pessoas, proibindo o seu acesso a estádios de futebol em outros países, com base dos arquivos que detém.

O Ministério do Interior assegurou que estas medidas para garantir a segurança vão «continuar durante toda a competição».

No domingo, o ministro do interior, Bernard Cazeneuve, anunciou uma série de medidas adicionais, como a interdição da venda e consumo de bebidas alcoólicas em «perímetros sensíveis» nas vésperas e dias de jogos do Campeonato Europeu de Futebol.

Esta medida acontece depois dos episódios de violência entre adeptos vividos nos últimos dias na zona do porto velho de Marselha, que causaram 35 feridos, quatro dos quais em estado grave.