Marco Rossi revelou que estava mais à espera de um resultado positivo contra Portugal do que contra a França.

«Sinceramente, pensei que este empate seria mais viável frente a Portugal do que contra a França», afirmou o selecionador da Hungria, após a igualdade desta tarde a um golo na Arena Puskás diante dos campeões do mundo. 

«Estou orgulhoso do que a equipa fez. Para ser sincero, depois da derrota para Portugal, não nos deixámos abater psicologicamente. Não estava assim tão convencido que podíamos ter uma exibição deste nível hoje. Mas os rapazes deram um grande espetáculo hoje, num jogo cheio de emoções. Jogámos com o coração. Agora, vamos ter um ótimo domingo, mas temos que manter os pés no chão. Para nos classificarmos, temos que vencer em Munique agora», afirmou Rossi.

O técnico sublinhou ainda o papel do público. «Os adeptos húngaros são únicos.»

Sérgio Pires / Arena Puskás, em Budapeste