É hoje! 17 horas, Aréna Puskás, Budapeste.

Portugal vai estrear-se no Euro 2020, em defesa do título, frente a uma Hungria que terá a esmagadora maioria dos 61 mil espectadores que estão presentes no estádio.

Antes da partida, está marcada uma concentração de milhares adeptos da seleção da casa, junto à Praça dos Heróis, que de seguida irão marchar até ao estádio.

O orgulho patriótico está bem presente em Budapeste num dos mais importantes jogos das últimas décadas para a seleção magiar.

Essa é a perspetiva de Matyas Szeli, editor de futebol do Nemzeti Sport, mais popular diário desportivo do país.

«Jogar pela primeira vez um Europeu em Budapeste, na nova Puskás Aréna, torna tudo muito, muito especial. Podemos dizer que é um jogo histórico», começa por dizer, acrescentando: «As pessoas aqui estão entusiasmadas. Todos os dias alguém me pede bilhetes para assistir ao jogo, mas é quase impossível arranjar um. Se vencermos algum jogo, acho que vai haver festa por toda a cidade, tal como há cinco anos.»

Sobre a equipa portuguesa, o jornalista salienta que «todos conhecem Cristiano Ronaldo»: «Ele tem uma grande base de fãs aqui. Mas há outros jogadores que vemos como importantes, como Bernardo Silva ou Bruno Fernandes. Ou o Rúben Dias, que irá certamente ter grandes duelos com os nossos avançados.»

Matyas destaca as ausências da vedeta Dominik Szoboszlai e de Zsolt Kalmár na Hungria. Porém, afirma que a equipa não se tem ressentido muito. Contra Portugal, poderá ser diferente, reconhece.

«Provavelmente, a Hungria apostará em lances de bola parada e estará certamente à espreita do contra-ataque. Para isso, ajuda que alguns dos nossos defesas tenham qualidade no passe longo. Willi Orbán, Attila Szalai e o guarda-redes Péter Gulácsi estão em boa forma nos seus clubes. Lá na frente, a responsabilidade estará sobre os ombros do Roland Sallai, que não é um goleador nato, mas fez a melhor época da sua carreira. Ele é rápido, tecnicista e entende-se bem com o Ádám Szalai, que é um ponta-de-lança clássico», conclui.

Portugal estreia-se no Euro 2020 esta tarde frente à Hungria. O jogo com casa cheia na Puskás Aréna tem início marcado para as 17 horas.

--

ONZES PROVÁVEIS:

Puskás Aréna, Budapeste, 17 horas.

Árbitro: Cuneyt Çakir (Turquia)

HUNGRIA:  Gulácsi; Fiola, Botka, Orbán, Attila Szalai e Holender; Kleinheisler, Nagy e Schäfer; Ádám Szalai e Roland Sallai.

PORTUGAL: Rui Patrício, Nélson Semedo, Rúben Dias, Pepe e Raphael Guerreiro; Rúben Neves e William Carvalho; Bernardo Silva, Bruno Fernandes e Diogo Jota; Cristiano Ronaldo.

Sérgio Pires / Enviado especial do Maisfutebol ao Euro 2020