Gonçalo Paciência, um dos destaques de Portugal, falou na zona mista, após a goleada à Lituânia por 6-0, em jogo da fase de apuramento para o Euro 2020. O avançado, que se estreou a marcar pela seleção, estava visivelmente satisfeito.

[sobre o facto de, no regresso à Seleção, ter feito o primeiro golo]

«É um sonho para mim, fruto daquilo que tenho vindo a fazer já no último ano. É fruto da minha dedicação, da minha resiliência, nunca cedi perante aquilo que se passou, como as lesões e aqueles problemas que tive. Claramente quando marquei o golo, senti isso tudo. Foi, de facto, especial por ser o primeiro e nunca o vou esquecer.»

[sobre a dupla inédita com Cristiano Ronaldo]

«Senti-me muito bem. É um jogador de uma dimensão estratosférica e para mim é importante e especial ter uma pessoa como o Ronaldo ao meu lado porque ajuda. Tanto para mim como para a seleção, é fantástico.»

[se fosse o treinador, repetia a dupla com Ronaldo]

«Não sou o treinador, por isso… Há que fazer o meu trabalho e logo veremos. O importante é ajudar a seleção.»

Pedro Lemos / Estádio Algarve