Um os objectivos maiores do BCE é manter a estabilidade dos preços, impedindo que o crescimento dos mesmos, ou seja, a taxa de inflação, ultrapasse os 2%.

No boletim mensal da instituição, divulgado esta manhã, o BCE reiterou a existência de riscos inflacionistas a médio prazo na Zona Euro, num contexto de uma boa base económica.

«Dado o aumento da incerteza é necessária informação acrescida antes de se poderem retirar consequências para a política monetária», refere o banco, que vai continuar a acompanhar os desenvolvimentos «de perto».
Redação / PGM