Terminado mais um Festival Eurovisão da Canção, os adversários de Salvador Sobral, vencedor da edição deste ano,  felicitaram-no através das redes sociais. Tal como o público e o júri, os comentários dos adversários reuniram consenso em torno da vitória portuguesa.

A participante islandesa, Svala, apoiou Salvador na própria final, considerando-se "parte da equipa portuguesa". Este pedido de apoio foi aceite pelos islandeses que atribuíram a "Amar pelos Dois" os 12 pontos do júri e os 12 pontos do televoto (público).

Além das mensagens de parabéns foram deixadas considerações sobre a música "Amar pelos Dois". O irlandês Brendan Murray não se qualificou para a final de sábado, mesmo assim considerou a música portuguesa como "simples e doce".

A banda suíça Timbelle deu os parabéns a Salvador Sobral e considerou a música portuguesa "real music", música verdadeira. 

Martina Bártra, da República Checa, não escondeu a preferência por Portugal. A participante checa partilhou diversas mensagens de apoio a Salvador Sobral durante a noite de sábado.

 

 

Lindita, da Albânia, e DiHaj, do Azergbaijão, cantor a quem o júri português atribuiu 12 pontos, enviaram mensagens a felicitar Portugal por esta "vitória merecida".

 

Por fim, o anfitrião O.Torvald, que representou a Ucrânia, felicitou Portugal considerando que "voltou a ganhar uma canção pura".