João Pedro Sousa, treinador do Famalicão, na sala de imprensa, após igualdade (2-2) frente ao Boavista

«Independentemente da vitória nos permitir uma posição importante, estamos tristes porque podíamos ter ganho o jogo e permitimos que o adversário reagisse e chegasse à igualdade. Estamos tristes pela forma como fomos incapazes de reagir à reação do Boavista. Nesse período não fomos agressivos e não o fomos porque acho que nos faltou energia na faixa central.

Tínhamos o jogo controlado, mas reconhecemos que há períodos nos jogos que temos de evoluir e crescer, porque isto já aconteceu no passado. Temos de saber reagir de outra forma, com ou sem fadiga, temos de saber reagir a estes momentos.

Penso que não teve a ver com ansiedade. Fomos obrigados a jogar em zonas que não nos sentimos confortáveis e para jogar naquelas zonas temos de ser mais agressivos. Isso não aconteceu.

Hoje tivemos dificuldades em gerir o aspeto físico porque o adversário também os obrigou a correr. É uma equipa que joga bem, é muito competitiva, e tivemos alguns jogadores que acusaram o cansaço.»

Nuno Dantas / Estádio Municipal de Famalicão