O administrador financeiro da SAD do FC Porto, Fernando Gomes, considerou esta quinta-feira que o Sporting «está a ser beneficiado com um conjunto de apoios» não permitidos a outros clubes na sua reestruturação financeira.

«Que façam tudo o que for possível para resolverem rapidamente a sua situação, mas é evidente que o Sporting está a ser beneficiado com um conjunto de apoios, dada a sua dificílima situação, que não é permitido a outros clubes», afirmou o dirigente dos azuis e brancos, à margem da apresentação das contas relativas ao exercício de 2018/2019, no Estádio do Dragão.

Na noite de quarta-feira, a SAD do Sporting anunciou um acordo com a banca para a reestruturação substancial da dívida, com uma alteração dos termos da opção de compra dos Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC) que resultam num perdão na ordem dos 94,5 milhões de euros.

LEIA MAIS: todas as notícias do FC Porto

«Diria que não queria estar na situação financeira do Sporting e, felizmente, não estamos. Estamos tranquilos, com algumas dificuldades, mas não queria estar na situação do Sporting», reforçou Fernando Gomes.

A FC Porto SAD apresentou, esta quinta-feira, um resultado líquido consolidado positivo de 9,4 milhões de euros relativos ao período entre 1 de julho de 2018 e 30 de junho de 2019. No entanto, e face à ausência da fase de grupos da Liga dos Campeões desta época, Fernando Gomes admitiu que a SAD espera vendas «na ordem dos 65 milhões de euros» em jogadores, no que diz respeito a receitas extraordinárias para 2019/2020.

Ricardo Jorge Castro / Estádio do Dragão, Porto