Jesús Corona partilhou nas redes sociais uma foto em que mostra o tratamento à lesão ao tornozelo que o afastou da seleção. 
 

Foto Instagram
 

Recorde-se que o jogador do FC Porto não viajou para o México para representar a seleção devido a uma lesão no tornozelo, mas o selecionador Gerardo Martino não gostou da decisão do jogador e disse que haverá consequências.

«No sábado [Corona] falou com um dos médicos [da seleção mexicana] e disse-lhe que andava a jogar infiltrado. No domingo falei com ele e disse-lhe da necessidade de vir, mesmo que não treinasse e jogasse, para estar connosco e para nos conhecermos», contou Martino, em conferência de imprensa, citado pelo Récord do México.

«No primeiro contacto Corona esteve de acordo em vir, mas cinco horas depois ligou-me e disse-me que tinha optado por fazer a sua recuperação lá [em Portugal] e que não se sentia bem para viajar, e não estou de acordo com a sua decisão. Disse-lhe que não é uma posição que começa e acaba nesta concentração, vão haver consequências no futuro», atirou.

Martino negou depois que estivesse a intimidar os jogadores: «Não estou aqui para fazer ameaças futuras. São decisões dos jogadores que há que aceitar com naturalidade e respeitar, apesar de não concordar.»

«Seguirei o caminho com os jogadores que queiram estar aqui, e evidentemente os que se querem afastar, tudo bem, eles é que decidem. Não há mais nada a dizer.»