O FC Porto vai procurar este sábado a 18.ª partida consecutiva sem perder fora de casa, quando defrontar o Gil Vicente, em Barcelos, em jogo da 7.ª jornada. A equipa de Sérgio Conceição tem um dos melhores registos europeus nos jogos fora de casa, a par do Manchester United e do Real Madrid, mas o treinador pede apenas foco para uma das deslocações que antevê como uma das mais difíceis do campeonato.

«Esses números fazem parte daquilo que é o passado, por isso é que são estatísticas. Se conseguir uma vitória amanhã fico contente, acho que é um jogo importante, é talvez uma das deslocações mais difíceis que vamos ter no campeonato. Não passa disso. São três pontos que são necessários para aquilo que é a nossa caminhada, até porque já perdemos pontos e não nos queremos distanciar do principal objetivo que passa pelo primeiro lugar», destacou em conferência de imprensa.

O Gil Vicente é ao atual sétimo classificado e, até ao momento, sempre que marca um golo acaba por pontuar. «É sempre importante a equipa não sofrer. Dentro daquilo que é o nosso processo defensivo, estarmos concentrados, perceber qual é a equipa que está do outro lado, perceber que jogadores e, mediante as suas características daquilo que é a dinâmica do Gil Vicente, podem criar problemas. Depois, nos esquemas táticos, estarmos atentos para sermos uma equipa forte. Acho que é a base para ganharmos», comentou ainda.

O treinador aceitou, posteriormente, fazer um raio-x mais detalhado aos minhotos e destacou o meio-campo de Ricardo Soares.

«O Gil não perdeu nas últimas duas rondas. É uma equipa consistente. Podemos pensar que por ter o Bilel e o Samuel Lino nas alas, dois avançados rápidos, são uma equipa de transições. Mas não. Não é uma equipa que joga na espera. Gosta de ter posse. Organizado, sabe o que quer do jogo. Não é fácil defrontar equipas do Ricardo Soares. A frente de ataque é muito interessante, o meio também. O Vitor, o Fujimoto e o Pedrinho a definir bem nessa fase de criação. Defensivamente, é interessante com toda a equipa trabalhar. Conhecemos bem todos os adversários.»

[NOTÍCIA ATUALIZADA]

Pedro Jorge da Cunha / no Centro de Treinos do Olival, V. N. Gaia