Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do FC Porto, abordou o mercado de transferências da equipa orientada por Sérgio Conceição.

No seu espaço na revista Dragões, o líder portista revelou que houve assédio a alguns jogadores, nomeadamente a Otávio e Luis Díaz e mostrou-se satisfeito com o resultado final desta janela, pois o conjunto azul e branco está mais forte.

«Reforçámos a profundidade do plantel em posições que o treinador [Sérgio Conceição] considerava importante melhorar», disse, enaltecendo a «capacidade para resistir ao assédio a alguns dos atletas mais requisitados pelos clubes mais poderosos financeiramente, como são os casos do Otávio e do Luis Díaz».

Pinto da Costa referiu ainda que o FC Porto «emprestou jovens em que deposita grandes expectativas para o futuro, concedendo-lhes a oportunidade de jogarem mais e crescerem».