Com sentido de responsabilidade e consciência de que há um título nacional para recuperar. Cerca de um dia após o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, ter vincado, em declarações à RTP, a ideia de «não ter outro treinador» enquanto liderasse os azuis e brancos, Sérgio Conceição considerou as palavras, apontando à recuperação da Liga em 2019/2020.

«Olhando para a história do FC Porto e do presidente já ter tido quase 20 treinadores, nomes como Pedroto, Bobby Robson, Fernando Santos, Artur Jorge, ouvir essas palavras deixam-me orgulhoso, mas trazem responsabilidade», começou por dizer, antes de justificar esta.

LEIA MAIS: todas as notícias do FC Porto

«Os treinadores vivem de resultados. Tudo o que é feito aqui é em sintonia, direção e equipa técnica, tudo é feito de forma conjunta. Espero também ver o presidente durante muitos anos, mas não estou a fazer um favor ao dizer isto. Os elogios são bons, não é que eu goste muito, não sou muito dessas coisas, mas acho que o presidente quis apertar, dar um puxão de orelhas: “atenção, temos aqui um campeonato para ganhar”», completou o técnico dos azuis e brancos.

Isto antes da véspera de um Gil Vicente-FC Porto, que se joga 19 horas deste sábado. Pode seguir, ao minuto, no Maisfutebol, todas as incidências deste duelo, que se joga em Barcelos.

Ricardo Jorge Castro / Olival, Vila Nova de Gaia