Declarações de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, na conferência de imprensa após o triunfo sobre o Coimbrões, da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal:

«A seriedade com que encarámos o jogo foi fundamental para tornar as coisas fáceis. A preparação foi igual à de qualquer outro jogo. [...] Da equipa que jogou hoje, só o Loum não tinha sido ainda titular. Depois de uma paragem de seleções, em que não trabalhámos nestes 15 dias com 90 por cento da equipa que jogou, tinha de olhar para o Díaz e o Nakajima e ver qual foi o tempo de utilização na seleção e gerir da melhor forma... Isto é só um exemplo. Mas o objetivo era acima de tudo entrar com o onze mais forte para ganhar o jogo. Vimos nesta eliminatória equipas teoricamente favoritas ficarem pelo caminho.»

[Cinco equipas da I Liga já caíram. O caminho está mais fácil?] «Gosto muito da Taça. Tive oportunidade estar duas vezes no Jamor [como treinador]. Espero estar este ano uma terceira vez e ser um bocadinho mais feliz. Tenho um carinho por esta competição, que já ganhei como jogador. [...] Ficando equipas da I Liga pelo caminho as coisas tornar-se-ão fáceis, mas só se jogarmos de acordo com aquilo que fizermos hoje.»

Sérgio Pires / Estádio Jorge Sampaio, em Vila Nova de Gaia