O Primavera Sound vai proporcionar um dia extra de música no Porto, no dia 7 de junho, apresentando concertos em cinco bares do centro histórico, anunciou hoje o diretor do evento, José Barreiro.

Hard Club, Plano B, Passos Manuel, Maus Hábitos e Café Au Lait são os espaços que acolherão o NOS Primavera Sound na véspera da abertura de portas do festival no Parque da Cidade, que decorrerá entre os dias 08 e 10 de junho.

Segundo o diretor do festival, Shura, Black Madonna, Mueran Humanos, Moscoman, Borusiade, The Suicide of Western Culture e Surma são alguns nomes que constam desta programação extra do festival, sendo que os concertos decorrerão “a partir das 22:00”.

Ao contrário do que aconteceu em edições anteriores, em que o Primavera Sound se abriu à cidade no Passeio das Virtudes e nas Fontainhas, este ano foi decidido “mudar um pouco o conceito” do festival na cidade, optando por levá-lo a espaços de animação noturna para que os festivaleiros, sobretudo “estrangeiros”, “levem boas lembranças da noite do Porto”, disse Barreiro.

Estas festas [no dia 7] não são exclusivas” aos portadores dos passes gerais, mas estes terão “acesso preferencial”, sublinhou o responsável, acrescentando que este tipo de passe que dá acesso aos três dias do Primavera Sound representa “60% da lotação” do recinto (30 mil pessoas por dia).

Para esta edição, a direção do festival prevê “a maior afluência de sempre” e aposta no que pretende que seja “cada vez mais” um evento amigo do ambiente.

O Primavera Sound, que apresentou uma candidatura a “Sê-lo Verde” (medida de apoio aos festivais promovida pelo Ministério do Ambiente e financiada pelo Fundo Ambiental), contará este ano com “embalagens biodegradáveis, de fibra natural”, além dos copos reutilizáveis e dos cinzeiros portáteis.

Também as casas de banho montadas no Parque da Cidade – considerado o ‘pulmão verde’ do Porto - estarão “ligadas à rede pública se saneamento”, frisou o responsável.

O objetivo da organização é que o impacto ambiental do Primavera Sound “seja cada vez menor”, concluiu.

Bon Iver, Aphex Twin e Justice são nomes em destaque do Primavera Sound 2017, cujo cartaz é assumidamente “menos comercial” e com apostas de “risco calculado” na eletrónica.

O duo Run The Jewels, a eletrónica do chileno Nicolas Jaar, o som do britânico Skepta, o r&b americano de Miguel, o pop eletrónico de Metronomy, a música de dança de Richie Hawtin são outras das apostas do festival.

Death Grips, Lady Wray, Sleaford Mods, Nikki Lane, Jeremy Jay, Cigarettes After Sex, Bicep ou Mano Le Though, o duo Japandroids, os californianos The Growlers, King Gizzard & The Lizard Wizard, Swans, The Black Angels ou Shellac são outros nomes apresentados no cartaz.