O alerta surge do Ministério das Finanças: «Alguns utilizadores do portal têm recebido mensagens fraudulentas que não são enviadas pela Direcção-Geral de Impostos (DGCI)».

«Salienta-se que estas mensagens são falsas e têm por objectivo a instalação de software fraudulento na máquina de quem recebeu a mensagem de correio electrónico», lê-se no comunicado enviado pelas Finanças às redacções.

Já a 14 de Maio, o ministério de Teixeira dos Santos lançou o alerta para um ataque de «phishing».

Recomenda-se que, quem receber estas mensagens, as apague de imediato.

A DGCI sublinha que, todas as suas mensagens de e-mail «identificam sempre o nome completo e o número de identificação fiscal (NIF) dos destinatários. A DGCI não envia nunca mensagens de correio electrónico genéricas e sem aquela identificação. O nome e o NIF que são enviados nas mensagens e-mail são sempre exactamente iguais aos que constam do cartão do contribuinte (ou do cartão do cidadão)».

Além disso, a «DGCI só envia mensagens e-mail aos contribuintes que tenham senha de acesso ao Portal das Finanças e que a tenham autorizado a enviar-lhes essas mensagens. As mensagens são sempre enviadas para o endereço electrónico que os contribuintes indicaram no Portal das Finanças e nunca para qualquer outro».

«Todas as caixas de correio da DGCI têm o formato xxx@dgci.minfinancas.pt», esclarece por fim o documento.
Redação