Em Igbo Ora, o número de gémeos é tão elevado, que a cidade, no Sudoeste da Nigéria, dá as boas-vindas aos forasteiros com uma bandeira na qual se pode ler: "a capital dos gémeos".