Apoiantes de Julian Assange concentraram-se esta segunda-feira junto ao tribunal onde uma juíza vai decidir se o fundador da Wikileaks será ou não extraditado para os EUA, onde é acusado de espionagem.