Dois anos depois do brutal incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame de Paris, as obras de restauro monumento ainda decorrem e a um ritmo mais lento por causa da pandemia.