A polícia da cidade norte-americana de Chicago tornou públicas as imagens da câmara corporal utilizada pelo polícia que abateu mortalmente um rapaz de 13 anos, no dia 29 de março, depois de o caso ter gerado uma onda de indignação e protestos.