Estes cães, treinados pela associação finlandesa Wise Nose, vão estar em fase de teste durante quatro meses no aeroporto de Helsínquia-Vantaa. As autoridades garatem que estes animais são capazes de detetar o coronavírus a partir de uma quantidade significativamente menor do que a dos testes que costumam ser realizados. Caso o resultado seja positivo, o passageiro é encaminhado para o Hospital Universitário de Hensínquia para os restantes procedimentos.