O PS de Caminha apresentou esta quarta-feira queixa-crime contra incertos depois de, no espaço de uma semana, os cartazes do candidato à Câmara, Miguel Alves, terem sido vandalizados quatro vezes, em Âncora e Vila Praia de Âncora. Segundo Miguel Alves, os quatro atos de vandalização de cartazes da sua recandidatura à Câmara de Caminha ascendem a 1.880 euros.