Há cerca de 25 anos, Tamara e Yuri Baikov chatearam-se com os vizinhos da aldeia, fizeram as malas e decidiram partir. Vivem, desde então, isolados no meio da floresta, de forma primitiva, a norte da Bielorrússia, perto da fronteira com a Rússia