Há uma criança portuguesa entre as vítimas mortais