Mais de duas dezenas de pessoas continuam no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, onde exigem um voo de repatriamento para o Brasil. Entre o grupo de pessoas estão jovens desempregados, turistas com voos cancelados e até pessoas doentes. Apesar do cansaço e do frio, prometem manter-se à porta do aeroporto até que um responsável do consulado ou da embaixada do Brasil em Lisboa resolvam a sua situação