Bruno de Carvalho e Mustafá ainda não foram interrogados, esta terça-feira, no Tribunal do Barreiro, avançou fonte ligada ao processo à TVI. As diligências foram adiadas para quarta-feira, pelas 10:00. Sofreram atrasos por causa da greve dos funcionários judiciais.