Sete meses depois, as bancadas do Estádio do Dragão voltam a ter público, público inglês, para a final da Liga dos Campeões entre o Manchester City e o Chelsea.