Franceses votam para as assembleias regionais. Extrema-direita poderá alcançar resultado histórico