O presidente da CIP, António Saraiva, foi um dos que mais desinfetou as mãos, antes do encontro.