Escolas fechadas, hospitais a meio gás, transportes paralisados e a torre Eiffel encerrada é o cenário que França enfrenta esta terça-feira, num dia de greve geral contra a proposta de reforma do sistema de pensões.